terça-feira, 31 de maio de 2011

Mano Changes solicita emenda coletiva da Bancada Gaúcha para viabilizar internet livre


O deputado Mano Changes (PP) reuniu-se nesta segunda-feira com o deputado Paulo Pimenta (PT) coordenador da bancada gaúcha no Congresso Nacional. Na pauta, ambos discutiram o apoio dos congressistas gaúchos para a elaboração de emenda coletiva para a viabilização de um anel de fibra ótica para constituir uma rede de banda larga de internet pública no Rio Grande do Sul. 



Pimenta garantiu a Mano que a viabilização da infraestrutura, que pode chegar a R$ 50 milhões, é uma obra de interesse estratégico para o Rio Grande do Sul. Por isso, deverá ter o apoio dos deputados federais e senadores gaúchos. 

A reunião, realizada na Provedoria da Santa Casa, contou com a presença do diretor de Inclusão Digital da Secretaria Estadual de Comunicação, Gerson Barrey. Durante o encontro, Barrey mostrou aos deputados que o Rio Grande do Sul tem menos de mil quilômetros de rede de banda larga pública, ao passo que o Paraná tem 16 mil quilômetros, gerenciados pela estatal paranaense de energia, a Copel. 

Mano Changes é idealizador da Frente Parlamentar para a Internet Pública na Assembleia Legislativa.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Mano na mídia - Jornal NH


Nota na página de política do Jornal NH, do Grupo Sinos, no sábado dia 28 de maio, sobre o assunto defendido pelo deputado Mano Changes e que pode mudar a vida de muitos gaúchos: a banda larga pública.

sábado, 28 de maio de 2011

Mano na mídia - Correio do Povo


Saiu no jornal Correio do Povo no último sábado, dia 28 de maio, uma nota na coluna de Taline Oppitz sobre a mobilização do deputado Mano Changes pedindo o apoio ao projeto de banda larga pública aos gaúchos.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Mano apresenta proposta de Banda Larga Pública à Bancada Gaúcha


Na próxima segunda-feira (30.05) o deputado estadual Mano Changes participa da reunião da Bancada Gaúcha, quando vai pedir o apoio de deputados e senadores à sua proposta de Banda Larga Pública para o Rio Grande do Sul. O diretor de Inclusão Digital da Secretaria Estadual de Comunicação, Gerson Barrey, também participa do encontro. 

"Quero sensibilizar a bancada para a importância de oferecermos banda larga sem fio, criando novas oportunidades de emprego e renda para os jovens de hoje e de amanhã. Além disso, estamos às vésperas da Copa do Mundo e Porto Alegre será uma das sedes do maior evento esportivo do planeta, recebendo turistas de todos os continentes", destaca. 

Já na terça-feira, Mano utiliza o Grande Expediente da sessão plenária para abordar o tema Democracia Digital. “ A inclusão digital leva à internet, mas precisamos avançar para a democracia digital, que é a inserção de fato dos cidadãos nas decisões políticas em diversos níveis, onde suas opiniões são levadas sem muros ou filtros aos plenários deliberativos”, adianta o deputado.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Agora é todo mundo curtindo o Mano no Facebook

Pessoal, transformei um perfil meu em uma fan page lá no Facebook. Agora todo mundo tem quer curtir o Mano no Facebook.

Clica aqui.


sexta-feira, 20 de maio de 2011

Mano na mídia - Jornal NH

Coluna Mercado, de Márcia Greiner, no Jornal NH desta sexta-feira, dia 20 de maio de 2011. A pauta foi o encontro em Brasília para discutir as barreiras argentinas às exportações brasileiras. Mano é o presidente da Comissão do Mercosul da Assembleia Legislativa e foi debater o assunto com políticos e governantes federais.

Mano na mídia - Bom Dia RS



Mano Changes foi à reunião em Brasília com autoridades para discutir as barreiras argentinas às exportações brasileiras. Bom Dia RS - RBS TV - 20/05/2011.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Visita ao deputado Luis Carlos Heinze

Em Brasília fui encontrar o deputado federal gaúcho Luis Carlos Heinze
 para discutirmos as questões da agricultura, dos produtores rurais, do Mercosul e da recente barreira argentina às exportações brasileiras.

Governo promete ser tolerante, mas duro com a Argentina

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior em exercício, Alessandro Golombiewski Teixeira, disse nesta quinta-feira (19.05), durante reunião ministerial conjunta com setores da indústria gaúcha, que o Brasil vai ser tolerante com a Argentina, mas duro nas negociações. “Vamos agir dentro da legalidade e do respeito às regras internacionais de comércio exterior, mas o governo está empenhado na defesa de nossas empresas”, destacou.
A reunião, solicitada pelo deputado Jerônimo Goergen, teve a participação da bancada gaúcha, Fiergs, prefeitos e lideranças empresariais dos setores calçadista, máquinas e implementos agrícolas, trigo e arrozeiro. 


O deputado estadual Mano Changes representou a Assembleia Legislativa no encontro e pediu em nome do grupo técnico da Comissão do Mercosul e Assuntos Internacionais do Parlamento gaúcho que o governo siga negociando, porém, buscando que a Argentina respeite os tratados e acordos firmados. “A Argentina terá eleições em 2011, o que faz com que o governo tome medidas protecionistas, com grandes prejuízos para o Rio Grande do Sul. Só este ano já são US$ 700 milhões”, destacou.
Mano lembrou que muitas empresas já pensam em transferir parte da produção para o país vizinho. “A Fiergs realizou levantamento com os exportadores e constatou que oito dos 10 setores que compõem a pauta principal de nossas exportações têm problemas com as licenças não automáticas. Muitos estudam abrir empresas na Argentina para fugir desse problema. O que se percebe é que nesse processo o Rio Grande acaba sendo o calcanhar de Aquiles da integração, pois tem parte de sua economia baseada nas exportações”, apontou.
Ao final do encontro, ficou decidido que o governo voltará a se reunir com cada setor individualmente e que colocará na pauta das discussões com o governo argentino, na próxima semana, a questão arrozeira. “Queremos saber como pode haver tanta diferença nos custos de produção, o que permite a entrada do arroz no Brasil por R$ 16,00”, finalizou o ministro.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

A defesa de Mano pela mobilização do corredor do Mercosul

O deputado Mano Changes defendeu uma ampla mobilização de lideranças de todo o Estado para implantação do porto seco em São Luiz Gonzaga com o objetivo de viabilizar a criação do corredor do Mercosul em direção ao Porto de Rio Grande. A manifestação aconteceu nesta segunda-feira, durante audiência pública realizada no Clube  Harmonia , em São Luiz Gonzaga, com a participação de deputados, prefeitos, vereadores, representantes do governo do Estado e lideranças regionais.

            Mano disse que o caminho para diminuir custos e gerar novas oportunidades para por discutir a logística no Mercosul. “Estamos retomando esse debate pela importância do tema para o desenvolvimento da região e de todo o Estado. O porto seco no município representa a possibilidade real de baratearmos os custos para empresas que operam no Mercosul, com benefícios para consumidores de todos os países”, apontou.

            O parlamentar lembrou que já existe estrutura para implantação do projeto, bastando uma adequação do espaço. “A utilização dos prédios da Companhia Estadual de Silos e Armazéns vai possibilitar a criação do porto seco no município. Vou solicitar uma audiência com o governador Tarso Genro e com o secretario de Infra-estrutura e Logística, Beto Albuquerque, para aprofundarmos essa discussão”, revelou.


                        APOIO

            Durante a audiência, o prefeito de São Luiz Gonzaga, Vicente Diel, reforçou o pedido a favor da mobilização pelo porto seco. “Sem dúvida o município ganharia com essa nova destinação dos armazéns da Cesa, mas os benefícios se estenderiam por toda a região, que carece de investimentos”. O ex-vereador  de São Borja João Carlos Bica disse que sonha com a possibilidade de criação do corredor do Mercosul. “No momento em que a região começa a discutir a criação de duas barragens de Garabi e Panambi, o corredor do Mercosul poderia baratear em cerca de 30% os custos para os  exportadores”.

            Luiz Carlos de Oliveira, da Seinfra, enfatizou que o corredor dará um acréscimo  de serviços e receita para a comunidade. “Acredito que o município e a região devam se engajar na luta. O secretario Beto Albuquerque também se somará a esse esforço conjunto e está à disposição”.

            Outras lideranças, como os deputados Jéferson Fernandes e Zilá Breitenbach, Jerônimo Goergen (deputado federal),  o Prefeito de Mato Queimado Orcelei Dalabarba ( presidente da AMM), Paulo César Vieira Pires (Coopatrigo) também se manifestaram pela continuidade das discussões e defenderam uma mobilização para viabilização do projeto.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Na luta contra a barreira argentina às exportações brasileiras


A Casa Civil confirmou ao deputado Mano Changes que o governador Tarso Genro fez contato com os ministros da área econômica antes da reunião da Camex marcada para esta terça-feira, às 15h, em Brasília. Tarso reforçou o pedido do grupo técnico da Comissão do Mercosul e Assuntos Internacionais da Assembleia Legislativa, proposto por Mano, para que o Brasil tome medidas urgentes para a retomada da normalidade nas relações comerciais com o país vizinho. "O governador se mostrou sensível às nossas preocupações, que apontam um prejuízo de US$ 1,8 bilhão para o Rio Grande do Sul na balança comercial com a Argentina", apontou o parlamentar.

Levantamento realizado pela Fiergs junto aos exportadores revelou que o sistema de licenciamento não automático imposto pelos argentinos às importações prejudica oito dos 10 principais segmentos exportadores do Estado, entre eles os de calçados, máquinas agrícolas, alimentos, móveis, metalmecânico e automotivo.

Nesta quinta-feira, Mano e o grupo técnico estarão em Brasília, em reunião agendada pelo deputado federal Jerônimo Goergen no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, para tratar das barreiras argentinas.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Mano na mídia - Jornal do Comércio

Coluna Conexão Política, de Adão Oliveira, publicada no Jornal do Comércio da última sexta-feira, dia 13.

Mano na mídia - Jornal NH


Mano no Jornal NH da última sexta-feira, 13 de maio, sobre o grupo técnico sugerido pelo deputado para discutir as barreiras argentinas às exportações brasileiras.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Mano fala de Democracia Digital no Grande Expediente da AL nesta quinta


             O deputado Mano Changes ocupará o Grande Expediente desta quinta-feira (12.05), para tratar do tema "Democracia Digital". O parlamentar vai destacar que é preciso avançar na inclusão digital para a democracia digital, que é a inserção de fato dos cidadãos nas decisões políticas em diversos níveis, onde suas opiniões são levadas sem muros ou filtros aos plenários deliberativos.

            Mano também vai enfatizar a importância da Internet Banda Larga gratuita como forma de gerar novas oportunidades de trabalho e negócios, especialmente para os jovens. "Por sua capacidade de aprender e lidar mais facilmente com as novas tecnologias, o jovem tem a seu dispor uma poderosa ferramenta de inclusão social e democratização da informação. Para isso, precisamos oferecer banda larga pública sem fio a todos, oportunizando novos negócios com a conseqüente geração de emprego e renda para os jovens de hoje e de amanhã", destaca.

Para Mano Changes, Copa vai projetar Litoral Norte para o mundo


A confirmação do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014, de que Santo Antônio da Patrulha está entre as 12 cidades gaúchas pré-selecionadas pela Fifa para receber as delegações estrangeiras durante a fase preparatória da competição, foi destacada na Assembleia Legislativa pelo deputado Mano Changes.

O parlamentar acredita que a Copa pode alavancar o turismo na região a partir do município. “Mais do que isso, o Parque da Guarda, local que pode vir a ser um dos centros de treinamentos, será a porta de entrada para as atrações no Litoral, projetando-o para todos os continentes”, enfatiza. Mano vê uma série de oportunidades durante os jogos. “A Copa do Mundo é o maior evento esportivo do planeta. Além dos turistas, teremos a presença da mídia levando as informações e apresentando os potenciais do litoral em diferentes países. Essa é uma grande notícia, mas que precisa contar com o apoio dos governos municipal, estadual e federal para que todas as cidades possam também ser beneficiadas”, definiu.



            Além de Santo Antônio, foram relacionados Alvorada, Bento Gonçalves, Canela, Canoas, Caxias do Sul, Farroupilha, Gramado, Novo Hamburgo, Osório, Pelotas e Viamão. Os locais foram escolhidos com base nas visitas técnicas realizadas pelos representantes da Fifa e que levaram em conta a infraestrutura urbana, a rede hoteleira e os Centros de Treinamentos (CT) disponíveis. Os CTs servirão de base para as seleções que forem classificadas para a Copa.